segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

ANO NOVO

Olhar para trás contemplando uma longa alameda de árvores é agradável. Vê-las erguendo-se como colunas de um templo, fechando a abóbada com seu arco de ramos é bonito.  Da mesma forma, contemple as alamedas de seus anos passados e veja-os cobertos pelos ramos verdes da bondade divina, e os troncos, como os fortes pilares de sua fidelidade e amor que sustentam as suas alegrias.
Quando chegamos a um marco e dizemos : "Até aqui", esta expressão aponta também para diante; ainda há distâncias a percorrer. Mais provas, mais alegrias, mais triunfos, mais respostas, mais labores, mais vigor, mais lutas, mais idade e mais experiência. Isso é vida!
Que todos nós possamos prosseguir, falando uns com os outros e que nossas vozes se ajuntem num eco sonoro de solidariedade, de fraternidade de esperança e de amor!

domingo, 30 de dezembro de 2012

DESEJO






Não quero nada tão diferente!

Quero poder sorrir, gargalhadas de montão.
Olhar o céu, contando estrelas.
Pisar na terra e colher hortelãs.
Nadar no rio.
Tomar banhos de cachoeira.
Correr ao vento.
Deixar a chuva me ensopar.
O sol me bronzear.
O rosnar dos cães.
O ronrom dos gatos.
O  cacarejar das galinhas.
Os  periquitos em bando.
O  cheiro do café coado.
A mesa sempre posta.
O pão de queijo saindo do forno.
As janelas prá rua.
A porta aberta prá esperança.
A cama macia e os lençóis brancos.
O aconchego do lar.
O amor dos filhos.
O chamego do marido.
O  beijo molhado do neto.
O bem estar de todos.
A companhia dos amigos.
O coração pulsando.
A vida indivisível ! ...





sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

NATAL

Desejo a você o Espírito de Natal!
Que esta mensagem atinja  cada continente, as ilhas mais remotas, meu País,  meu Estado, a minha cidade, os meus familiares, os meus amigos, os meus vizinhos, os meus ex-alunos e os atuais, enfim a todos.
Aos que amam e sonham, que prossigam neste caminho.
Aos que deixaram de sonhar, que alimentem a esperança.
Aos tristes, que deem passagem à alegria.
Aos felizes, que o sorriso permaneça.
Aos que vivem em guerra, que a paz reine.
Aos  abençoados com um lar, a conservação.
Aos que perambulam pelas ruas, o aconchego de um lar.
Que em todas as mesas haja o alimento sagrado.
Que a água seja abundante e saciável.
Que os idosos sejam respeitados, protegidos e amados.
Que as crianças no bom exemplo, espelhem-se.
Que a paz, a generosidade, o perdão, a caridade, a fé e a esperança invadam os corações, enchendo-os de alegria, espalhando a bondade e o amor fraternal!
Que os braços estejam abertos para o abraço.
FELIZ NATAL!
Que 2013 seja próspero em plenitude!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

TODOS NÓS SOMOS IRMÃOS



Todos nós somos negros! Esta bandeira que aponta a Ordem e o 
Progresso, enaltecida de norte a sul, de leste a oeste, símbolo de nosso povo brasileiro, traz em suas cores e letras a marca indelével deste povo, que bravo e orgulhosamente, construiram a nossa história. Seu sangue corre pelos nossos rios, seu suor pelas nossas terras, suas lágrimas pelas nossas matas, e seus tambores ecoam em nosso ar, como um hino de dor e cruel escravidão. Deixaram sua terra, seu presente, sua gente e sua cultura, para viver em outro continente, subjugados e humilhados, pela arrogância e altivez do branco. Que continua arrastando pelo tempo, manchando, vergonhosamente, nosso pavilhão. As portas dos mares se fecharam, mas, deixaram-se abertas as impossibilidades, as diferenças, o preconceito velado e acomodado. Na plenitude do lamento, o grito silencioso. Que as raças se misturem como a beleza de um arco-iris, que imponente cobre nosso céu, com suas diversas cores, criando um cenário único para todos e de todos.

" Basta, Senhor! De teu potente braço
Role através dos astros e do espaço
   Perdão p´ra os crimes meus!
Há dois mil anos em soluço um grito...
Escuta o brado meu lá no infinito,
   Meu Deus! Senhor! meu Deus!..." ( Castro Alves - Vozes D´África )



GABRIEL


Mais do que celebrar, hoje, quero agradecer a sua existência!
Gerado Pedro e nascido Gabriel, como o anjo, o mensageiro da esperança. Seu pai, muito ansioso, andava sem parar pelo corredor do hospital e ao pegar um livro, o abriu, justamente, na mensagem de São Gabriel. Mais que tranquilizadora, foi inspiradora e oportuna esta leitura. Um amor sem medidas brotava em nós, como uma planta de raíz profunda, cuja ramificação o protegia, admirando este ser recém chegado, obra magnífica e divina, que é o milagre do nascimento - a vida. Deste momento em diante, já não mais suportaríamos a sua ausência. Tomados de alegria e de uma euforia contagiante, queríamos mostrá-lo a todos, para compatilharmos a sua vinda tão esperada e querida.
Você é um filho exemplar, que nos deixa orgulhosos de sua conduta correta, responsável e digna. Por mais que quiséssemos presenteá-lo, tarefa difícil e impossível, diante de seu merecimento, qualidades e virtudes, sempre estaríamos em débito. Desejamos que tenha muita saúde, paz, amor e sucessivas alegrias!  Que continue sendo este filho, irmão, pai e marido dedicado e amoroso. 
Que Deus o abençõe!
Parabéns!
Beijos de todos nós que o amamos muito!



sábado, 17 de novembro de 2012

NÃO É PROIBIDO FICAR TRISTE



Quem disse que é proibido ficar triste?
Na verdade,  muitas vezes não há nada mais sensato do que ficar triste; todo dia acontece alguma coisa, com os outros ou com a gente, que não tem remédio, ou melhor, só tem o único remédio que é sentir tristeza. Não deixe que te receitem alegria como quem prescreve um tratamento médico, de oito em oito horas, um comprimido de alegria. Não é anormal e nem é uma doença, todos temos este direito, sem sentirmos culpa. Viva  sua tristeza, apalpe-a, envolva-a, molhe -a com lágrimas, grite ou silencie, tatue-a em seu corpo. Pois só se você não se defender é que ela fugirá para longe de sua dor íntima.
Pois é assim mesmo a vida, a vaga sucessão dos fatos que acontecem (e dos que não acontecem), vai criando um fundo de melancolia. 
"Assim como o ar preenche o espaço entre as coisas, a melancolia preenche os intervalos entre uma alegria e outra".

domingo, 11 de novembro de 2012

TEMPO DE NOSSA FELICIDADE




Em questões de idade é impossível ter sempre 20 anos, por mais que se tente. Com os anos passando, ou melhor, correndo, pode ser este, o tempo de nossa felicidade. Vamos ganhando o próprio rosto, aquele que o nosso gesto e o nosso gênio nos fabricam. O sorriso, a concentração, a raiva, as frustrações, as alegrias deixam seus rastros no rosto. Constatação explícita de nossa luta e de nossa vivência. Deve-se lutar contra  a  doença, contra a morte, contra o envelhecimento evitável. Mas sem ardis, sem falsidades, sem enganosos atalhos que não resultam em nada. A velhice aceita é sábia e chega a ser simpática e agradável em quem é capaz de expô-la sem disfarces. Olhe bem! Repare que, seja você como for (seu rosto e seu corpo), em algum lugar, alguma vez, já foi um modelo de beleza. E seja você como for será uma beleza para alguém. Existe gente de bom senso, que não julga conforme os modelos padronizados pela sociedade, mas com os olhos, com  os próprios olhos do coração. Em qualquer idade é possível, às vezes, fazer o tempo do rosto recuar. Para fazê-lo, recupere os gestos do passado, volte aos sabores esquecidos da infância.
Sorrisos, brinquedos, jogos, sol e esperança farão milagres !

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

BEBEL


 

Na iconografia comum, anjos têm asas de pássaro e uma auréola. São donos de uma beleza delicada, suave e de um forte brilho, e por vezes, são representados como uma criança, por terem uma virtude inocente.
Peço ao céus uma permissão, hoje, para que  eu possa falar de um anjo sem asas e visível a todo momento em nosssas vidas. Asas que nos acolhem, brilho que na escuridão nos faz vislumbrar uma luz radiante. Aconchego, carinho, dedicação, sabedoria e amor são suas virtuosas qualidades - oferenda generosa.
Filha, obrigada por tudo !
Que a felicidade, a paz, a saúde e o amor sejam seus constantes companheiros!
Muitas gargalhadas, muitos abraços e sucessos abundantes!
Parabéns pelo seu aniversário! Celebre este dia e os outros que virão, com a proteção divina e a benção de seus pais que a amam muito!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

USO DO CELULAR

 
Ser necessário é correto, mas ser inconveniente é outra questão. Somos bombardeados a todo instante, com os toques de celulares. Nas ruas, nos consultórios médicos, nas igrejas, na fisioterapia, nos teatros, nos cinemas, nos restaurantes, em banheiros públicos e em outros inúmeros lugares. Pior, que as pessoas não respeitam a aproximidade de outras e nem tão pouco os lugares públicos. Falam alto e ainda somos ouvintes involuntários do assunto. A deselegância, a indelicadeza e a nossa forçosa participação, vem causando-nos constrangimentos e incômodos indesejáveis. Seria adequado que as pessoas tivessem o bom senso e o cuidado ao usá-lo, respeitando as regras de uma boa educação, não expondo a sua privacidade e não ferindo a sensibilidade e liberdade alheias.
Desculpem-me, tenho que terminar, não devo incomodá-los porque meu celular está chamando!...

domingo, 21 de outubro de 2012

BRAÇOS ABERTOS

Uma das minhas alegrias é receber em minha casa corações, assim digo, porque não vejo pessoas, e sim, corações. Aprendi com minha mãe que casa cheia é braços abertos. Para o abraço, para a hospitalidade, para o afeto, para o compartilhar, para a felicidade, para a amizade e para o amor. Este costume está distanciando-se cada vez mais, por motivos de formalidade, de acúmulo de funções, por negligenciar sentimentos, por compromissos e uma série de desculpas. Reunir as pessoas passou a ser uma missão difícil e às vezes, quase impossível. Estamos caminhando em direção ao isolamento, já que este é para muitos confortável e privativo. O tempo anda correndo, as distâncias se alongando e os braços se cruzando. É muito triste ver que depois de tantos anos de vida, tanta coisa já vivida, eu estava na luta para agir de acordo com as expectativas alheias...Pior: de acordo com o que eu pensava serem as expectativas alheias. A vida ensina-nos à duras penas, como somos eternos aprendizes "... vão e vem as viagens do mel à dor".

sábado, 20 de outubro de 2012

MERITOCRACIA

Estamos diante de um problema gravíssimo que atinge a maioria das prefeituras brasileiras. No caso de Araguari, temos mais de 2000 funcionários concursados e 290 cargos de confiança. Cada governo que se estabelece, promete consertar esta distorção do funcionalismo, mas, na realidade, vem inchando uma média de 15% em cada gestão. Preocupados em atender os seus "compromissos de campanha" em detrimento da Meritocracia (do latim meritu, mérito e cracia, poder) é um sistema de governo que valoriza o mérito (aptidão) a razão para se atingir determinada posição. A falta de qualificação profissional é um dos principais obstáculos que afeta  a excelência no atendimento. Há que firmar parcerias para promover cursos, criar equipes qualificadas e treinadas concretizando, assim,  projetos que por falhas técnicas e humanas não se viabilizam. Sem estrutura e pessoal qualificado para montar planos de trabalho, necessários para se fazerem convenios com o governo federal, ficamos dependendo apenas do dinheiro que chega do Estado e da União por repasse obrigatório constitucional.
Esperamos que o prefeito eleito faça de FATO um modelo novo de governar - construtivo e viável na distribuição e aplicação do nosso dinheiro.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ESPERANÇA DE UM MUNDO MELHOR

Que mundo é este em que vivemos?
A responsabilidade, a complacência, a tolerância, a abnegação, a temperança, a caridade e o amor ao próximo estão distanciando-se cada vez mais de pessoas que, egoisticamente, vivem num mundinho à parte. Deslumbrados e inebriados com o que o poder econômico oferece e a compulsividade crescente, alimentando o ego consumista e vaidoso. Somos massacrados com notícias desastrosas e revoltantes. Pessoas morrendo em corredores de hospitais sem atendimento médico. Pais sem a menor chance de sustentar a família. Idosos desprezados e desalentados depois de uma luta incessante pela sobrevivência.  Jovens sem perspectiva de um futuro melhor. Crianças abandonadas nas ruas, tristes e amarguradas. E, nossos políticos tripudiando com um cinismo velado e com a conivência da impunidade. O dever cumprido, a seriedade, o caráter ilibado, a honestidade são vistos com assombro e grande admiração ( já que passaram, para muitos,  de fundamentais para acessórios dispensáveis), provocando-nos uma necessidade das figuras heróicas, dos grandes homens e estadistas que fizeram  nossa história permeada de luta, coragem, compromisso e amor. Que surjam muitos e muitos Joaquins Barbosas para que resgatemos a credibilidade e a esperança de um mundo justo!  Que possamos contemplar cenas acalentadoras, sonhos reais e promissores. Que tenhamos sabedoria na escolha de nossos governantes e que a correspondência seja efetiva e eficaz na construção social.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

12 de outubro ´Dia das Crianças

Todos os dias comemoramos e celebramos a vida deste ser tão pequeno e tão gigante, que nos proporciona sensações e alegrias, como se estivéssemos em um parque de diversões, experimentando todos os brinquedos, e em cada um, encontrássemos a mágica da felicidade. Ser criança é ser rigorosamente, sincera, autêntica e verdadeira. É gostar de lambuzar-se de sorvetes, chocolates, brigadeiros, sem se preocupar com os nutrientes, as calorias e as gorduras saturadas. Correr descalço, sujar a roupa, despentear-se, andar de bicicleta, jogar amarelinha, brincar na areia, pegar a mangueira d'água, subir nos pés de manga e jabuticaba, andar na enxurrada, esfolar os joelhos, cortar o supercílio e o queixo, quebrar o braço e sentir-se orgulhoso do gesso. Admirar os seus heróis, criar fantasias, vestir-se com as roupas de seus pais e representar-se como artistas de teatro.
Ser valente e sentir medo. Contar carneirinhos até que o sono vença. Quando desperta-se, já sente pressa, das brincadeiras começar.
Será que esta criança que eu menciono ainda existe ou é fruto das minhas lembranças de infância?
Hoje, os programas infantis roubaram da criançada aquilo que tínhamos de mais sagrado - criar através de nossa fértil imaginação. Os computadores substituiram os cavalinhos de pau, as bolinhas de gude, as bonecas e o principal: ser criança. Estão perdendo o melhor do mundo - nossos quintais.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Eleição de 2012

Cumprimentos à juíza da 16ª Zona Eleitoral - Dra. Juliana Faleiro de Lacerda Ventura, ao chefe do Cartório Eleitoral -  Sr. Fernando Guetti e ao Promotor de Justiça - Dr. Sebastião Naves de Resende Filho pela condução do pleito eleitoral, demonstrando-nos uma verdadeira lição de Ética e Responsabilidade democráticas.

Vivenciar uma vitória significa uma profusão de emoções: euforia, prazer, alegria e muita expectativa. Esperamos que esses sentimentos produzidos em todos nós, estendam-se ao longo do mandato. A responsabilidade dos vencedores é maior que a frustração dos derrotados, portanto, é imprescindível, que a resposta e os agradecimentos sejam manifestados, através da ética, da dedicação e do desempenho político-administrativo irrestritos.  Priorizar nossas necessidades básicas : saúde, educação segurança, transporte, cultura e, sobretudo, criar condições de trabalho para que a desigualdade sócio-econômica diminua, consideravelmente. Que o povo colabore participando e monitorando, permanentemente, os poderes constituídos de forma consciente e justa. Porque ele é soberano e provedor de toda a máquina administrativa. Legitimemos o poder para que o conflito, as contradições sejam um encontro criador. Quando o poder é hierárquico, o conflito é colisão e o antagonismo desagregador.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Eternos amigos

De certa forma, tivemos a oportunidade de voltar no tempo.Tempo em que éramos sonhadores, procurando pisar num pedacinho do céu, colocando em cada nuvem um desejo e esperando que a chuva o trouxesse e o transformasse na mais linda realidade. Vivemos momentos memoráveis em que o passado se fazia presente, nos embalos das recordações. Cada um contando uma passagem, avivando nossa história.
Os anfitriões mais pareciam mágicos, a cada cartola aberta, uma surpresa agradável. Luzia Helena e Ronaldo (Macaúba), nossos queridos amigos-irmãos, desdobravam-se em delicadeza, em disponibilidade, carinho e amor. Fazendo de sua casa a extensão de nossas casas, permanente aconchego. Contemplados com  a voz sonora, entoada como se fosse a continuação de sua alma, Semil nos transportava para um mundo de sentimentos elevados e plenos. Hamiltinho, com sua seleção eclética de músicas, também nos brindava com sua bela voz. Acompanhados no teclado pelo maestro, vindo de Goiânia. Ronaldinho, fiel às suas raízes, cantava músicas sertanejas, para a alegria dos apreciadores. O ponto alto foi: as vozes de Simil e Ronaldo cantando "Ciclone", vibrantes e apaixonados, contagiando o ambiente e intensificando nossa emoção. Nosso paladar, a todo momento, se deliciava com as comidas preparadas com esmero pela anfitriã. Um verdadeiro festival gastronômico, impressionando a todos. Ronaldinho e Tatiana nos receberam, na sua fazenda, para um aperitivo, em que a alquimia dos temperos se misturavam com a alegria e com a deslumbrante paisagem bucólica, proporcionando-nos, gentilmente, uma manhã de encantos. Thaís e Helber, elegantes, atenciosos e colaboradores atentos para que nada se desviasse do desejado. Os netos Marília e Olavo adoçavam e iluminavam com suas auras angelicais.Temos a certeza de que esses dias estão tatuados em nossa alma, testemunhando o encontro de eternos amigos. Todos nós: Semil, Rita e irmãs, Fernando Paes de Almeida, Hamiltinho e Dulce, Lací, Luís Cláudio e Lívia, Wilfride e Rosângela, Alan, Fernanda e filhos, Osvaldo e Sandra e os amigos de Sta. Helena, que também participaram do momento, jamais esquecerão a agradável e imensurável hospitalidade desta querida e estimada família Canut Montes.
Agradecemos com os braços abertos e os corações pulsando uníssonos.

 





sábado, 11 de agosto de 2012

A TODOS OS PAIS





Aos pais presentes e ausentes, minha homenagem de admiração e respeito. A todos que lutaram e lutam para o bem estar de seus filhos. Aos pais: do serrado, das montanhas, das planícies, do litoral,  dos campos, dos desertos e de todos os rincões. Aquele que com coragem, desbrava o caminho, preparando-o para que seu filho, possa ao longo do tempo, caminhar com pés firmes em solo sólido.
Aos pais generosos que desistem de seus sonhos, para viver os de seus filhos. Aos pais mágicos que com tão pouco, consenguem muito. Aos pais educadores, preocupados com a integridade e o caráter,
em formação, de seus rebentos. Aos pais militares que lutam por uma Pátria solidária, acolhedora e  materna, para que seus filhos encontrem oportunidades e dignidades merecedoras. Aos pais agricultores que  lavram as terras, preparando-as para o plantio e o sustento de todos os filhos do mundo. Aos pais intelectuais que buscam através dos livros, constituir um universo cultural. Aos pais religiosos, que com sua fé e espiritualidade buscam com fervor a paz de todos. Aos pais médicos que com seu sacerdócio, amenizam as dores e salvam a vida de filhos. Aos pais de todas as outras lidas, que com afinco, cumprem o seu dever, com bravura, em função de seus filhos. Aos pais sensíveis e amorosos que ensinam o valor e a necessidade de cultivar sempre o amor ao próximo, semeando gentilezas e gerando um mundo melhor.
Ao meu pai ausente e sempre tão presente em mim, todo meu amor e gratidão. Ser e ter um pouco de você me orgulha, me completa e me torna entera. Minha alma se aquece a cada lembrança e a cada dia que vivemos, eternizando e tornando mágica a nossa existência.

sábado, 21 de julho de 2012

BATISMO DE MATHEUS

"Batismo é um sacramento, de maneira a purificar com água no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, o que significa e sela nossa aliança com Cristo, e partilhando os benefícios do pacto da graça, e nossa declaração que verdadeiramente somos de Deus". (CM, P. 94).




"Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundos, mas com tamanha intensidade que se petrifica e nenhuma força consegue destruir". (Carlos Drummond de Andrade). 


Que deste sacramento eterno e breve em seu ritual, você  possa extrair toda a sua essência  espiritual, que é a emoção existente em você, é a sua atitude para com os outros, baseando-se no respeito, na bondade e no amor. 

Realizado na Igreja: Nossa Senhora Auxiliadora.
Dia: 15 de julho de 2012
Campinas-SP. 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

1 aninho de Matheus


É gloriosa e surprendente a sua existência. Saber que você é fruto do amor, do bem querer e ser um pouquinho de cada um de nós, aquece e ilumina nosso coração a cada minuto, a cada hora, a cada dia, numa manifestação de agradecimento e celebraçao à sua vida. Acompanhamos todos os seus progressos, as suas gracinhas, as suas brincadeiras, os seus trejeitos que contam a sua história. Embora longe, jamais deixamos de estar tão perto é a maneira que encontramos para  ludibriar a ausência involuntária, e, para isso, contamos com a ajuda preciosa e indispensável, que a modernidade nos oferece que é este instrumento de comunicação. Matheus, você é fruto de uma árvore frondosa, forte e acolhedora, adubada com muito carinho, dedicação, afeto e um amor incondicional. Que esta seiva  que circula nesta árvore, seja absorvida por você, dando-lhe energia, vigor, força, entusiasmo, alento e coragem  para prosseguir, seguindo o plantio de seus pais, cuja terra e semente tão cuidadosamente, preparadas, deram um fruto, que com certeza, será o orgulho, a satisfação e a alegria de toda a sua família. Que a cada instante a vida lhe sorria e abrace com muito amor. 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Reencontro


Sábado, dia 26, tive a feliz oportunidade de reencontrar minha querida amiga, Godiva Accioly. Convidada por Lenora, sua irmã, para uma almoço de confraternização, juntamente, com outros amigos, usufruímos da gentil hospitalidade, passando horas de prazer e emoção. Deliciamo-nos com a comida, tipicamente, mineira que primava pelo sabor. Colocamos a conversa em dia, recordamos os momentos de nossa juventude e os assuntos fluíam com grande diversidade. Lenora, contou-nos sobre sua viagem a Madri, onde pesquisou sobre García Lorca, tema de sua tese de mestrado, encantando-nos com os seus relatos. Aproveito e a cumprimento pela sua capacidade, sua inteligência e seu dinamismo aplausíveis, características que abrangem a toda família. Godiva e sua filha Priscilla, demonstravam a todo instante a satisfação pelo reencontro com os amigos e nós esperançosos por outros que virão. Reverencio esta amizade e agradeço a oportunidade deste momento.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Micheluca


"Nós os perecíveis, tocamos metais, vento, margens do oceano, pedras, sabendo que continuarão, imóveis ou ardentes, e eu fui descobrindo, nomeando todas as coisas: foi meu destino amar e despedir-me".
                                     
     Pablo Neruda
                                                                                            

Não é fácil transmitir sentimentos, menos ainda por escrito. Sinto-me triste e desolada. Sua ausência física nunca foi motivo de esquecimento. Você esteve e estará sempre presente em minhas doces e belas lembranças, de nossa infância, com Glorinha, Pedro e Marcelo. Os anjos são espíritos puros entre o céu e a terra. Nunca nos abandonam, eles aguardam uma fresta de luz em nossos corações para orientar-nos e você é como os anjos, Deus concedeu-lhe a graça que o fez e o faz resplandecer em beleza e dignidade. Como um verdadeiro budista você sabe que a vida e a morte são unas com o universo. No nascimento de uma única vida, há a aprovação e cooperação do universo inteiro. Todos tem uma missão e é por essa razão que nascemos. Se compararmos o universo ao vasto oceano, cada vida é uma onda que se levanta na superfície do oceano e quando ela volta é a morte. Quando isso acontece, nossa vida funde-se, exatamente, com o estado do Universo referente à condição em que nos encontrávamos, no momento da morte. E, você estava no estado de Alegria, Meditação e Amor e uma vida dedicada a esse propósito, certamente, atingirá a iluminação.

domingo, 27 de maio de 2012

TRÊS PASSINHOS


Hoje, tivemos a grande notícia que Matheus deu os três primeiros passos. Emoção, satisfação, surpresa, encantamento, enfim, uma profusão de sentimentos nos envolveu. Os passos que representam o grande marco no seu desenvolvimento. Temos a certeza que ele ficou deliciado com os seus feitos e encontrará um ambiente encorajador, repleto de reforços a cada progresso. Matheus, que cada passo dado, seja sem temor, sem tropeços e que sua caminhada em direção à vida, possa conduzí-lo a um mundo: de amor, de retidão, de verdades, de esperança, de liberdade e dignidade. Que Deus o abençõe! Amamos você com intensidade!

sábado, 26 de maio de 2012

A GRANDE VISITA



Viemos  ao mundo quase juntas, com firma reconhecida por Deus e por nossos pais, selando nossa amizade fraternal, que perdura até hoje, e nos faz presentes em todos os momentos : felizes ou tristes; somando nossas forças ou dividindo nossas dores. Nunca permitimos que a distância e o tempo  nos afastassem, conservamos e aprimoramos nosso sentimento, construindo nossa história, que nos acompanha  na grande caminhada da vida. Há 40 anos que ela e Ronaldo (Macaúba)  casaram-se e moram em Santa Helena de Goiás, unidos por um amor imenso e lindo. Dois filhos: Ronaldinho e Thaís, dois netos: Marília e Olavo, que enriquecem e completam  esta união, juntamente com a nora, Tatiana e o genro, Helber. Fez o destino que fôssemos visitá-los pela primeira vez, não sei a razão de não ter ido antes, mas, como tudo tem sua hora, foi propício e maravilhoso nossa estadia com nossos grandes amigos-irmãos. Já na chegada, sentimos (tia Helena, Osvaldo e eu) a euforia e satisfação explícita de Luzia Helena, aos pulos e mais pulos, deixando-nos comovidos com a recepção. A mesa, já posta com café e pão de queijo, como uma boa mineira. Acomodamos nossa bagagem e logo, seguimos para a fazenda, surpresas e mais surpresas. Um cenário bucólico e aconchegante, retrato desta família tão especial. A casa ampla e decorada, cuidadosamente, por Tatiana demonstrava, o carinho por aqueles que alí passam e passarão. Da cozinha, a alquimia dos temperos aguçava nosso apetite, enquanto, suas ajudantes preparavam o almoço, apanhamos as folhas de uva, dos imensos parrerais que compunham a deslumbrante paisagem. Ao lado da casa, uma represa, onde grandes peixes foram fisgados e apreciados.
Dos currais, majestosas vacas holandesas eram ordenhadas, com toda tecnologia moderna. Do pomar, várias árvores frutíferas para nosso deleite. Hora do almoço, a mesa posta com inúmeras iguarias, induzia-nos ao pecado da gula: frango, leitoa, carne recheada, macarronada, angú, quiabo, saladas, compunham o cardápio elaborado com esmero. Pausa para o bate-papo e continuamos a prepararar as folhas de uva para o famoso charutinho árabe. De volta à casa, passamos para conhecer o armazém para guardar cereais, projetado, engenhosamente, por Ronaldo, causando-nos admiração e assombro pela grandiosa obra. À noite, comemoramos o aniversário do anfitrião com um suculento churrasco. Um bolo e velas para cantar os Parabéns e o momento registrado com muito afeto. Terminamos com uma partida de canastrão, coroando o grande dia. Recolhemo-nos aos nossos aposentos e na manhã seguinte, após um lauto café, partimos de volta, com o coração pleno de satisfação, agradecimento e amor à toda família Canut Montes.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

O QUE ERA BOM ANTES



A cesta arrumada com esmero, uma toalha xadrez cobrindo as guloseimas preparadas com muito amor: frango com farofa, pãezinhos, geléias, maçãs vermelhinhas e suculentas, laranjas, guaraná Santana e bastante animação. Era o ritual que acontecia no último domingo do mês. Esperávamos com ansiedade o pic-nic e escolhíamos uma cachoeira para disfrutarmos do cenário bucólico. As águas caindo como um lençol cristalino, o sol radiante, as flores do campo ornamentando a terra mãe, os grilos cantando, os pássaros voando e nós crianças e felizes brincávamos com as águas e as pedrinhas que encontrávamos no riacho. Tudo era inocente e puro. Cachoeira era a folia das gotas do rio, que caíam como um véu de noiva, deixando-nos embevecidas e a natureza com sua oferenda, respondia ao nosso anseio. Hoje, infelizmente, cachoeira é sinônimo de corrupção, conchavos e tramóias que envergonham os cidadãos de bem, que honram o nome, com seu trabalho honesto e tem a dignidade como bandeira viva. Esperamos que homens como esses, sejam punidos e extirpados do meio social, para que possamos continuar a construção de um Brasil gigante onde a justiça impere e a punição seja cumprida com propriedade e competência.

domingo, 13 de maio de 2012

MAMÃE QUERIDA


 
A máquina de costura funcionando, as roupas sendo confeccionadas e em cada ponto costurado o amor seguia junto. Sua voz melodiosa ora cantava um tango, ora uma valsinha, quando não declamava um lindo poema de amor e assim as horas passavam e os vestidos, blusas e saias prontos para deixar contente quem ia usá-los. E eu sempre ao seu lado, brincando, estudando, lendo e muitas vezes incomodando-a com as traquinagens da idade. Uma pausa para espiar na cozinha, suas panelas no fogo, onde a alquimia dos temperos misturava-se com o afeto. O cheirinho inconfundível da comida de mamãe fazia aos vizinhos, água na boca verter. A mesa posta, a prosa solta e a alegria exposta. Quando findava o dia, ela com pressa, aprontava-se toda perfumada a espera de papai. E ele todo orgulhoso, cobria-nos de beijos e nos fazia felizes. E, os dias corriam, quase todos muito iguais, para nossa união a rotina desejada. Mamãe, obrigada por cada ponto costurado, cada canto ecoado, cada poema entoado, cada tempero adicionado e cada beijo dado. Ser sua filha foi uma dádiva divina. Guardarei, eternamente, sua lembrança, seu carinho, sua dedicação e seu amor incondicional, como um tesouro precioso e um exemplo a seguir.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Celebração da Vida

Hoje é meu aniversário, sinto-me muito feliz. Celebro este dia com efusão por ter presenciado, desde que tive a capacidade de entender o entusiasmo de meus pais. Despertavam-me com a música: Parabéns pra Você, cantada por Francisco Alves e Dalva de Oliveira, meu coração seguia o rítmo da música com toda  cadência harmônica. Minhas lembranças estão tão nítidas que ouço o LP tocando na vitrola e sinto o carinho explícito de papai e mamãe, aconchegando-me com seus abraços e beijos tão carinhosos e especiais. Todo o dia era em função da minha felicidade. Os docinhos eram feitos com antecedência e os salgadinhos eram servidos quentinhos, recém preparados e muito apetitosos. Os convidados chegando, os cumprimentos, os presentes em embalagens e laços coloridos, a música tocando, as conversas, o burburinho da criançada e a festa acontecia com toda intensidade. Minha alegria contagiante transformava aquele momento num mundo de fantasia e encantamento. Quando tudo terminava, nos recolhíamos e eu com toda expectativa, já começava a pensar no próximo ano. Meu entusiasmo continua, comemoro a vida, abraçando a minha existência, compartilhada com minha família e meus amigos, desejando que esta comunhão perdure por muitos anos com saúde, paz e felicidade.

terça-feira, 1 de maio de 2012

CONSTRUTORES DO MUNDO

"Vós trabalhais para acompanhar o ritmo da terra e da alma da terra. 
Porque ser indolente é tornar-se um estranho às estações e afastar-se do cortejo da vida, que avança com majestade e orgulhosa submissão rumo ao infinito." Gibran Khalil Gibran


Quando trabalhamos estamos na verdade amando a vida. Cumprimos nossa missão e buscamos realizar nossos sonhos. O trabalho é a forma do amor visível. Trabalhar com amor é estar em comunhão com Deus. Não importa qual seja a função desempenhada, desde que esta, contribua na construção de um mundo melhor, onde a paz e o amor reinem, frutificando as famílias, solidificando a sociedade e ampliando os horizontes de todos aqueles que trabalham edificando as Nações, com seu suor, com sua afeição e com sua vontade consciente e produtiva. Que todos tenham o reconhecimento merecido e justo. E o seu dia uma celebração constante, rumo ao cortejo da vida.

domingo, 29 de abril de 2012

REFLEXÃO

"Procure descobrir o seu caminho na vida.
Ninguém é responsável por nosso destino, a não ser nós mesmos". Chico Xavier

Chega uma determinada hora em que devemos tomar certas atitudes e modificar o que está há muito tempo, necessitando de mudanças  e por acomodação ou medo de quebrar os paradigmas, teimamos em conservar. Ousar em busca do novo é o caminho a percorrer, mesmo que tenhamos que retroceder às vezes, e isto não é vergonhoso e, sim, um ato de coragem e esperança.
Pense nisto!

sexta-feira, 27 de abril de 2012

CIDADE SOLITÁRIA



Araguari, a cidade dos meus sonhos, está transformando-se num pesadelo assombroso em que a noite é interminável e o dia teima em florescer. Com frequência somos surpreendidos com notícias que nos abalam e nos deixam amedrontados e vulneráveis quanto à nossa segurança e bem estar comuns. É como se estivéssemos em alto mar e o timoneiro em seu estado letárgico, impedido de governar o leme e enfrentar a tempestade com a destreza, a força e a habilidade dos grandes navegadores  nos colocasse em situação de emergência e perigo. A tranquilidade, o sossego e o silêncio merecidos passaram a ser impossíveis, já que somos importunados com a poluição sonora provocada pelos carros de propaganda, som automotivo, varando a madrugada, com baderneiros agindo de forma imoral, impunemente. Além da poluição sonora que nos é imposta, somos atingidos também pela poluição visual, impedindo-nos de andar pelas calçadas sem deparar com cartazes colados, aleatoriamente, nas paredes das casas particulares e comerciais. E, para agravar, a situação calamitosa da segurança pública: não há um dia em que acordemos sem uma notícia de assalto em residências, estabelecimentos comerciais, escolas e bancos, estupros, assassinatos...
Em meu sonho visualizo uma cidade protegida, na qual os policiais rondam e abordam os baderneiros impedindo as ações criminosas. As janelas e portas abertas, a luz entrando, o ar se renovando. As calçadas e ruas floridas descortinando uma vasta paisagem  ao nosso olhar. As pessoas saudáveis caminhando felizes e sem medo. Uma cidade que acolhe seus filhos com a coragem, a proteção e o amor maternais. Despertar-me torna-se um sacrifício porque me impede de continuar a sonhar e tornar visível a cidade dos meus encantos. Desejo e rogo a Deus que nossa querida e amada ARAGUARI seja reconhecida, valorizada e governada, com a sensibilidade daqueles que possuem o dom de comandar com bravura, enfrentando as tempestades. 

terça-feira, 24 de abril de 2012

Minha família de coração


Expressar com palavras e com sentimentos será sempre insuficiente quando se trata desta família que adotei, pretenciosamente, sem pedir-lhes permissão, com muito orgulho e satisfação, como extensão de minha própria. Existem dois tipos de famílias : por laços espirituais e por laços corporais. As primeiras, duradouras, fortificam-se, extirpam-se as máculas e se perpetuam espiritualmente. As segundas, frágeis como a própria matéria, e quase sempre extinguem-se com o tempo, dissolvendo-se moralmente. Insiro-me, nesta familia, em que a consaguinidade não foi necessária para estabelecer os laços de união.
Carinhosamente, os trato como tios. A ausência, de tia Nílcia é exclusivamente, física, porque se faz presente em nossas vidas através do grandioso legado de carinho, de doçura e de amor. Jamais negligenciou ou adiou investir em benefício do outro. Sempre disposta a servir e ofertar, alegrando-nos e surpreendendo-nos com suas atitudes humanas. Tio Expedito é a personificação do homem justo, correto, generoso e digno. Atencioso e preocupado com o bem estar de todos nós. Em prontidão constante para estender suas mãos e amparar-nos quando se faz necessário. Sua presença, seu apoio, seu caráter ilibado e sua jovialidade, nos conforta e nos ensina a ser melhores. Semeou e continua, cuidadosamente, o plantio; colheu e colherá, cada vez mais, os frutos de sua boa semeadura: seus filhos e seus netos, seguidores fiéis de seus princípios morais e espirituais. Agradeço em nome de todos nós a esta família que maravilhosamente: enleva, ornamenta e enriquece  a nossa existência.

domingo, 22 de abril de 2012

DEDICATÓRIA DE UM LIVRO NA MEMÓRIA



Se eu, com pretensão, fosse uma escritora e escrevesse um livro, provavelmente, seria assim: Dedico a Deus por ter me dado todas as faculdades normais. Aos meus pais agradeço a minha vida e  ter nascido de vocês foi uma dádiva divina e um privilégio supremo, a resposta do amor realizado, a querença e a afinidade dos apaixonados. À Isabella, minha filha-mãe, quão sou feliz! arrimo moral da família, desprendimento, dedicação, estudo e trabalho são marcas indeléveis de seu caráter. Ao meu filho Gabriel, minha eterna admiração e gratidão. O tempo está mostrando-me a boa colheita! Ao Osvaldo, meu marido, companheiro e amigo, a capacidade de reverter as adversidades, graças às palavras mágicas e poderosas: amor, fé e esperança. À Valéria, minha nora, o prazer e a alegria de tê-la conosco. À Maristela, irmã de coração, os conselhos, a paciência e o afeto. Ao Matheus, meu netinho amado, motivo de minha grande alegria, oferenda e renovação. Aos meus primos-irmãos, Fares e Jamil meu encantamento. Aos meus amigos, o companheirismo. Aos ausentes, a eterna saudade.



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Amigas, companheiras e irmãs.









Há muito tempo penso em escrever sobre minhas amigas, falar um pouco das características de cada uma, de suas digitais às vezes nítidas e outras não tão transparentes. Antecipo-me e desculpo-me por não conseguir ser, suficientemente preparada e verossímil, mas tentarei que meu coração fale por mim. A  que se  despe a  alma e  mostra seus mais íntimos pensamentos e desejos contidos ou realizados, sem pudor ou medo de buscar a felicidade e compartilhar os fatos e os sonhos. A que procura guardá-los a sete chaves, por motivos desconhecidos ou simplesmente privados e entendemos o fato. A que, generosamente, nos acolhe em todos os momentos de aflição e angústia, administrando com competência as dúvidas e conflitos existentes. A que age e busca sempre as "leis" como meta imprescindível na condução de sua vida e das nossas, integrando os seus conhecimentos técnicos às nossas necessidades. Sempre assertiva, participativa e decisiva. A que nos conta os casos com muita efervescência, gesticulando e nos tocando com as mãos efusivamente, levando-nos às gargalhadas e admiração.  A que não se permite, em qualquer situação, deixar transparecer resquícios de dor ou desilusão por mais que lhe dilacere o coração. Mantenedora de uma postura elegante tanto no físico, como no espírito forte e lutador. A que me comove com sua ambiência espiritual, preocupada sempre em servir. Dotada de desprendimento e generosidade invejáveis e raros. A que a todo instante me sensibiliza com suas atitudes altruístas e protetoras, mascarando sua própria dor em benefício do outro. Nobreza interior e exterior, magnanimidade explícita em suas ações. A que com a delicadeza e a criatividade faz de suas reuniões e festas momentos surpreendentes e inesquecíveis proporcionando-nos uma profusão de encantamento e emoção. A que com suas mãos de fada cria, com suas múltiplas folhagens e flores, paisagens que descortinam vastos horizontes para o nosso olhar. A que "brada" e "intima" usando estas palavras para citar vários casos, fazendo-nos atentas espectadoras e admiradoras de seu espírito jocoso. A que arremata nossas polêmicas com palavras precisas e sábias. Todas tem um pouco de cada uma, na medida exata e necessária fazendo com que a receita desta grande amizade perdure e vença as adversidades da vida. Quando nos reunimos somos terapeutas de nós mesmas,  curando nossas mágoas e dores, num bate papo salutar e amável. Rimos, choramos, desabafamos, discutimos e alimentamos nosso corpo e nossa alma, seguindo em frente fortalecidas e unidas.  
Não importa o tempo, a distância, a ausência física que somos involuntariamente, submetidos. É mister, evocar a intensidade desta amizade que nos conforta e nos eleva a um estado de plenitude fraternal.
Agradeço e rogo a Deus por minhas amigas, companheiras e irmãs que fazem parte de meu universo, guarnecendo meus dias de alento e afeto. Fazemos histórias pra ficar na memória e nos acompanhar.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Marisa Monte


Por mais que eu queira não conseguirei uma autenticidade justa e leal para falar de Marisa Monte. As palavras não serão suficientes e nem tão pouco corroborativas para listar as inúmeras qualidades de uma cantora e compositora que traz em sua garganta, a própria essência de sua alma:  a suavidade de um veludo, a sonoridade dos rouxinóis, a doçura do mais fino néctar que as rosas segregam, a clareza das águas límpidas e a beleza do amor como oferenda preciosa e rara. Suas músicas nos povoam de lembranças fazendo-nos reviver e deleitar-nos com os momentos vividos, impregnados pela sensibilidade que emana de seu espírito, provocando em nós os mais nobres sentimentos humanos.
Foi feliz a escolha do tema da novela : Avenida Brasil, dos personagens: Nina e Batata, a música: DEPOIS, além da linda melodia, a letra nos evoca um grande amor, um despreendimento e uma nobreza que somente existem nos corações daqueles que verdadeira e incondicionalmente se amam.

sábado, 14 de abril de 2012

MELHOR IDADE? TERCEIRA IDADE?



Gostaria de saber quem foi o inventor destes termos. Baseado em que fundamentos? De onde veio essa ideia que o homem ou a mulher tem níveis de idade? É uma classificação questionável em vários aspectos, ou melhor, em todos os sentidos, já que os mesmos deterioram-se com o tempo. As rosas perdem o odor, o franguinho com quiabo o sabor, a música o som, as cores o tom, o aperto de mão a intensidade, os passos a agilidade e a mente a faculdade. Melhor idade seria: uma boa saúde, uma boa agilidade e uma boa aposentadoria. Muitos passeios, sorrisos em profusão, cinemas em dimensão e amores em ação. Incomodam-me esses termos, politicamente corretos, que inventaram. Sugiro que enalteçam todas as idades. Porque cada uma tem sua magia, encantamento e beleza, desde que, sejam admiradas, respeitadas e ilimitadas nas possibilidades de uma vida digna.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

AMORES IMPOSSÍVEIS


As histórias de amor impossíveis deixaram-me intrigada e ao mesmo tempo, causaram-me  uma fascinação e angustia que acompanharam-me em cada palavra, em cada linha, em cada página lida com a avidez de uma leitora apaixonada por esses personagens, que encantaram e povoaram o mundo, com a  riqueza e a nobreza daqueles que se amam intensamente.
Abelardo e Heloísa, Tristão e Isolda, Romeu e Julieta, Napoleão e Desirée e outros que ficaram no anonimato são exemplos de amor eterno. Como espectadora me pergunto sempre : é eterno porque não se realizou? Os amores possíveis morrem quando se realizam? Creio que ser impossível é sua grande beleza. O amor é um desejo romântico. Hoje foi ficando um amor de consumo, uma apropriação indébita do "outro". O amor quer o encantamento transcender à moda. Exige coragem e somos medrosos. Esperamos do amor essa sensação de eternidade é uma ilusão sem a qual não podemos viver. E quando a primavera da vida acaba e começa o outono, quando o passado se faz mais presente que o presente é aquele amor impossível que vai brilhar os olhos e lembrar ao coração que ele ainda bate em ritmo forte. O que torna os amores impossíveis mais bonitos é justamente a impossibilidade. Deixa a sensação de inacabado que nos persegue pra sempre. O impossível é belo!...

quarta-feira, 11 de abril de 2012

NOITE INESQUECÍVEL



A leveza de um ser grandioso, SIBÉLIUS DONATO TENÓRIO, nasceu em Campina Grande-PB, no dia 22 de junho de 1973. Com 3 anos e 8 meses não andava e não falava, até que, numa madrugada se levantou e se dirigiu ao piano de sua casa e começou a tocá-lo com a maestria de um grande pianista. Desde então, se apresenta em todos os rincões brasileiros para a satisfação de todas as pessoas, amantes da boa música e sensíveis a esta arte que nos eleva e nos redime. O recital proporcionado pelo Centro Espírita Paulo de Alencar, transformou a noite de ontem, numa celebração à vida, à beleza e ao amor. Cenário em que as notas musicais dedilhadas com  a destreza e a suavidade de suas mãos abençoadas e admiradas pela rara genialidade, nos levou a uma viagem em volta do mundo, através de seu repertório variado e envolvente. A emoção se transbordava em cada olhar, em cada aplauso, em cada manifestação explícita pela alegria e paz surpreendentes e mágicas, absorvendo, totalmente, aquele momento, transcendendo a nossa alma.

domingo, 8 de abril de 2012

Páscoa


Desejo a todos meus amigos e às pessoas que gentilmente, visitam ou seguem este blog, proporcionando-me imensa satisfação, uma Páscoa de amor e fraternidade.
As árvores, as flores, as borboletas, a primavera, as vozes da natureza nos falam da ressurreição. Meditemos e deixemos a nossa alma impregnar-se desta esperança, desta certeza.
Que Jesus ressurreto renove a cada dia nosso coração para que ele possa bater com nova alegria, contagiando a todos que nos cercam, gerando assim, um mundo melhor.
FELIZ PÁSCOA!

quinta-feira, 29 de março de 2012

JANELAS E PORTAS ABERTAS

Há  momentos que nos curvamos diante da vida, posicionando-nos como se estivéssemos de joelhos numa penitência dolorosa e infinita. Somos pseudo-anestesiados, incapazes de agir com coerência e racionalidade. É necessário uma sacudida para que possamos levantar-nos desta modorra incômoda, propriamente, gerada por nós. Passamos para um estágio operante e sentimos que a ação, o comportamento do ser humano, somente se edifica através da habilidade de ousar sem temer as restrições. E visualizamos portas e janelas se abrindo, a luz entrando e o ar se renovando dentro de nós, oxigenando-nos e fortalecidos vamos seguindo  a vida de forma plena e consciente, cultivando o hábito de procurar nas nuvens a borda iluminada. 

terça-feira, 27 de março de 2012

ADÉLIA PRADO


 Como uma legítima mineira, apaixonada por tudo que Minas tem e representa com sua alterosa presença, no cenário histórico, político e cultural brasileiro não poderia deixar de citar, uma de suas filhas ilustres, que vem valorizando e solidificando cada vez mais, com sua riqueza poética o mundo das letras, Adélia Prado. Desfrutem deste poema com perplexidade e encanto!



Com licença poética
Adélia Prado

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo.  Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
— dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.

domingo, 25 de março de 2012

VISITANTES DESTE BLOG


É importante constatar que existem pessoas que disponibilizam seu escasso e precioso tempo, visitando este blog, sinto-me agradecida e ao mesmo tempo feliz. Escrevo o que sinto e tento ao mesmo tempo, passar mensagens de otimismo, isso não quer dizer, que eu não tenha as minhas recaídas, ocasionadas pelas frustrações do dia a dia. Como um ser normal: choro, esbravejo, regozijo e caminho em frente, sempre esperando que a vida me contemple com o gosto doce da vitória. Pois, nada é tão prazeroso que o êxito, faz com que lutemos com mais força e determinação e não percamos o principal e indispensável instrumento de nosso trabalho que é a persistência e a fé em DEUS.

sábado, 24 de março de 2012

A TOLERÂNCIA



A tolerância é uma das virtudes que exige do ser humano o exercício da civilidade. É rara e importante. Somos surpreendidos a todo momento, com atitudes e comportamentos de pessoas que ferem nosso  pensamento, nossa conduta, enfim, nosso modo de ser. É fato que adquirimos hábitos, conhecemos coisas, refletimos sobre idéias e teorias mas não sabemos e não aprendemos como devemos nos relacionar com os outros. Cabe à nossa ambiência cultural e ao nosso desenvolvimento psíquico aprendermos a superar nossa onipotência. Missão difícil e de grande complexidade porque exige de nós o desapego e a ruptura de tudo aquilo que está arraigado em nosso ser. 
Se a tolerância pudesse existir sem limites, universalmente, onde todos  fossem plenamente respeitados, provavelmente, o mundo seria melhor de se viver. Já o filósofo Vladimir Jankélévich, considera que, se levada a extremo, a tolerância "acabaria por negar a si mesma, ou seja, "a tolerância só vale, pois, em certos limites, que são os de sua própria salvaguarda e da preservação de suas condições de possibilidade".

sexta-feira, 23 de março de 2012

FRUSTRAÇÕES SENTIDAS


Ao longo da vida passamos por situações variadas que nos despertam diferentes emoções e sentimentos. Somos seres dinâmicos e como tal, constituídos de luz e sombra, amor, ódio, paz e conflito. São sensações que nos incomodam e nos levam a questionar o caminho que estamos seguindo.
Quando os nossos projetos tão sonhados não se concretizam por qualquer motivo alheio à nossa vontade, sentimo-nos frustrados e muitas vezes revoltosos com o resultado insatisfatório. Por mais que eduquemos nosso modo de agir, caímos inúmeras vezes no indesejável e prejudicial para o fortalecimento do nosso espírito. E fraquejados, retrocedemos nossa evolução no campo espiritual, e fisicamente somos também abalados pela dor.
Humanos que somos, passíveis de erros, dores e alegrias seguimos em busca de dias melhores, somando experiências e lições à nossa vida, sempre tentando adquirir uma compreensão e uma maturidade, mesmo que estas sejam à duras penas. Fortalecer é sempre o nosso objetivo maior.



quinta-feira, 22 de março de 2012

Mensagem - CHICO XAVIER

Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento.
Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.
Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência.
Não reclame, nem se faça de vítima. Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."



SOMENTE UM ESPÍRITO ILUMINADO COMO  ESTE PODE TOCAR-NOS TÃO PROFUNDAMENTE COM PALAVRAS SÁBIAS E PRECISAS.






terça-feira, 20 de março de 2012

TEMPESTADE

Conta uma lenda que um nobre alemão mandou estender uns fios, de torre a torre de seu castelo, a fim de que os ventos fizessem deles uma harpa eólica. Mansas brisas volteavam o castelo, mas nenhum som musical se ouvia. Certa noite, porém, veio um grande temporal e o monte e o castelo foram vergastados pela fúria dos ventos. O barão foi espiar da janela o terror da tempestade, e percebeu que a harpa eólica estava enchendo o ar com notas que ressoavam ainda mais alto que o clamor do temporal. Foi necessário uma tempestade para produzir música.
Muitas vezes somos contemplados com a sonoridade de uma música que suaviza e ameniza nossa dor, em momentos de temporal, em que a escuridão faz parte do nosso cenário, como uma cortina intransponível. Com um novo dia, um porto de descanso e uma fonte de poderosa inspiração. Então, cada nuvem se transforma em um arco-íris.
Que tenhamos sempre depois da tempestade: uma brisa morna, suave e a música no coração.

domingo, 18 de março de 2012

RECEITA PARA BEM VIVER



Quando somos jovens qualquer problema nos parece enorme e de difícil solução. Sentimos um vazio imenso uma dor que parece dilacerar-nos, desprotegidos procuramos uma maneira de extravasar toda essa mágoa e frustação, e inconsequentemente, atingimos as pessoas que mais amamos e as mais próximas de nós. Tomamos decisões desastrosas, incorremos em erros injustificáveis e transformamos o que às vezes é pequeno em proporção gigantesca. Sofremos e fazemos com que os outros sofram também. Com o passar do tempo, já amadurecidos, olhamos para o ido e temos a consciência de nossos atos tão impensados e imaturos. Concluimos o óbvio. Que lástima que não tivemos essa sabedoria de agora! Tudo seria tão simples, compreensível e indolor. A vida seria dadivosa e nos ofertaria momentos prazerosos com a junção da percepção e do saber, a receita adequada da felicidade.

quinta-feira, 15 de março de 2012

SÁBIAS FRASES



Os provérbios árabes eram citados, com frequência, por minhas avós. Modo prático de nos ensinar com sabedoria e simplicidade. De geração a geração, deixaram-nos um legado de grande valor cultural. As frases ditas, marcaram-me profundamente, surgem sempre em minha memória, como forma de encontro entre o passado e o presente. Como não poderia deixar, vou citá-las ocasionalmente, em meu blog, para que possam refletir e nutrir a alma.


"Quanto é nobre o coração triste que canta com os corações alegres".


"Tem pessoas que são como nozes para comê-las tem que quebrá-las".

sexta-feira, 9 de março de 2012

A VIDA DA GENTE




"Ninguém entra num mesmo rio pela segunda vez, pois quando isso acontece já não se é o mesmo, assim como as águas que já serão outras."

Foi um filósofo grego que viveu no século V a.C., Heráclito de Éfeso que fez essa formulação que até hoje nos fascina: o fluxo eterno das coisas; é a própria essência do mundo - apontou Heráclito. E, se ainda hoje ficamos espantados com isso é porque nos apegamos teimosamente ao que já passou, esperando, no fundo, que tudo permaneça igual.
Então, é necessário um filósofo da Antiguidade ou um escritor contemporâneo para nos fazer entender que nada é permanente, a não ser a mudança.
Olha só, eu separei aqui um trecho do "Grande Sertão", onde Guimarães Rosa fala um pouco sobre isso. Olha só que beleza: 

"O mais importante e bonito do mundo é isto: que as pessoas não são sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que elas vão sempre mudando - afinam ou desafinam, - verdade maior é o que a vida me ensinou".
Não é incrível? O filósofo flagra a fluidez e o escritor se maravilha com isso: "É o mais bonito da vida", diz Guimarães Rosa. É uma celebração do movimento, não é um lamento.
O tempo não para e isso é belo. Então, na semana que vem nós nos encontraremos aqui e eu serei outro e vocês também."


A novela A Vida da Gente de autoria de Lícia Manzo veio resgatar a importância da Filosofia  como disciplina  curricular. Essa verdade filosófica pode parecer utópica nessa sociedade atual, onde somos valorizados pelo que Temos e não pelo que Somos, mas é uma constataçao que exige maior atenção por parte das instituições educacionais. Transformar o senso comum em senso crítico-filosófico  é a nossa meta enquanto educadores. 
A vida biológica, emocional, orgânica e social de todos os seres humanos, na preparação de sua história, está condicionado pelo tempo. Nada é para sempre e tudo se transforma.


 

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O LIVRO DA BRUXA

Autor: Roberto Lopes, graduado em direito, engenharia e medicina. "Um estudante profissional", como ele se define. Atualmente ele exerce atividades médicas como clínico, coordena um grupo de estudos em bioengenharia e gosta de escrever nas horas vagas.


O Livro da Bruxa, conta uma históra de uma senhora de 86 anos, internada em um hospital com pneumonia, e encontra-se com um jovem médico, iniciando-se uma grande amizade entre eles.
Cada página desse livro é repleto de magia e encantamento. É uma lição que nos mostra um outro prisma de ver as coisas mais simples e comuns, ensinando-nos a importância do cotidiano, transformado  pela mais pura arte alquímica 


LEITURA INDISPENSÁVEL!

domingo, 26 de fevereiro de 2012

ALIMENTO DOS DEUSES


Falar sobre a comida árabe é descrever os aromas e sabores de uma alquimia única. Os pratos são elaborados com critério e rigor, de uma culinária onde tudo é transformado em iguarias de paladar agradável e exótico. Retrato de um povo e de sua arte maior: saber produzir e preparar os manjares da terra, oferecê-los generosamente e degustá-los com prazer. É poder contribuir e valorizar  a cultura de nossos antepassados, que nos devolve, em forma de resgate cultural, a alegria de viver de um povo que, com delicadeza na alquimia de suas receitas, nos remete ao requinte original, ao aroma do cedro e, sobretudo, ao paladar da felicidade. O comer é, basicamente, parte de um ritual envolto de charme e agradecimento, forma de externar o afeto a quem se estima. E com esse espírito árabe, e toda alegria e experiência acumuladas que damos início ao nosso DELIVERY DAS ARÁBIAS para que todos possam deliciar-se com pratos típicos da culinária sírio-libanesa, famosa por suas ervas perfumadas e abundância de sabores.

INSUPERÁVEL CARLOS GARDEL


Carlos Gardel, o pai do tango, sua nacionalidade constitui uma questão controversa. Alguns sustentam que Gardel teria nascido no interior do Uruguai em Tacuarembó e outros dizem que Gardel teria nascido na cidade francesa de Toulouse. Cantor e ator celebrados em toda a América Latina, pela divulgação do tango. Morreu num desastre de avião durante uma turnê em Medellín na Colômbia. A voz de Gardel foi gravada pela Unesco no Programa Memória do Mundo.

Meu pai, Juca, tinha Gardel como seu ídolo favorito. O hábito de ouví-lo nos seus momentos de ócio fez com que eu aprendesse a gostar e admirar, essa grandiosa voz que deslumbrou várias gerações,  conquistando os apaixonados pelo tango e pelo amor à pessoa amada.
Quando ouço Gardel é como se o tempo voltasse e sinto muito perto a presença amada de meu pai e as lágrimas brotam, em meus olhos, numa mistura de saudade e vontade de abraçá-lo e beijá-lo, vivendo um paradoxo entre a ausência tão presente em minha vida, aquiescendo assim, minha alma de esperança pelo dia do reencontro.
Papai o senhor é, e será para sempre o meu maior ídolo, o meu grande e intenso amor.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

MÁRIO QUINTANA

 

CURIOSIDADES SOBRE MÁRIO QUINTANA

Por ocasião da segunda visita de João Paulo II a Porto Alegre, em 1991, Mario resolveu escrever uma carta ao Papa. Quintana achava que o Pontífice tinha certa dificuldade em pronunciar o fonema “ao” (irmãos), que sempre soava como aberto. Preocupado, nosso poeta, um paladino do vernáculo, temia que a expressão “pão dos pobres” fosse pronunciada – por exemplo, sem o til, soando como “pau dos pobres”. Na verdade a mensagem era uma singela e bem humorada dica de pronúncia de português. Já debilitado pela idade avançada e com as mãos muito trêmulas para redigir, ele ditou o texto que deveria ser enviado ao Papa João Pulo II. Contudo, quem foi escolhida para enviar a carta ao Vaticano, a dramaturga Eloí Calage, acabou esquecendo o rascunho guardado dentro das páginas de um livro, reencontrado apenas onze anos depois. Por conta do cochilo de Eloí, nem o Papa recebeu a lição de português nem o poeta recebeu a benção...
Para expiar sua culpa, Calege publicou o texto em 2003, na passagem dos nove anos da morte do poeta, pensador, tradutor Mario Quintana, que reproduzo aqui:
Para sua Santidade Papa João Paulo II

"Sendo Vossa Santidade um Poliglota notável, vejo que
não consegue pronunciar o famoso “ão” da
língua portuguesa e tomo a liberdade 
de esclarecê-lo sobre esta pronúncia.
Considere o “ao” como dois monossílabos
“ã” mais “o” e tente pronunciá-los cada vez mais
rapidamente. Assim obterá o nosso “ão”.
Esperando a sua benção,
Respeitosamente

Mario Quintana"
* Extraído do blog  http://tecendoerefazendo.blogspot.com/2011/05/curiosidades-sobre-mario-quintana.html

Este grande poeta, MÁRIO QUINTANA, tinha o hábito de caminhar todas as manhãs, passando por ele, um senhor o cumprimentou com a saudação: "bom dia, poeta!" ele o respondeu: "às vezes".
Os grandes são sempre modestos quanto à sua sabedoria e nos ensinam que nunca estamos prontos .A vida é um contínuo aprendizado.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

CURIOSIDADE

TABULE (salada de trigo)


SÍRIA E LÍBANO  disputam a invenção dessa salada. Na hora de comer, coloque um pouco numa folha de alface, formando uma trouxa. Bastante leve e nutritiva. É também conhecida no Oriente Médio como "comida das mocinhas.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

NOSSOS GOVERNANTES

Deputados e senadores aprovaram com duas votações, num único dia, reajustes em seus próprios salários e nos vencimentos da presidente, do vice-presidente e dos ministros. Frustrando o Judiciário e o Ministério Público que não foram contemplados com o reajuste. O  governo oficializou o aumento do salário mínimo de R$545 para R$622 - um aumento de R$77. Acima do mínimo terão reajuste de 6,08%. Quando deparamos com situações escabrosas como estas é notório o descaso com o trabalhador em geral. Somos nós os soberanos, os que pagam seus salários mais do que devemos e podemos.
Infortunadamente, se vestem de poder e se desnudam dos valores morais e éticos. Esquecem e desprezam os preceitos políticos; governam ao seu bel-prazer, em função de seus interesses próprios em detrimento da coletividade. Até quando persistirá este modelo de político e de governar?  Quando surgirá um deslumbre de seriedade, honestidade, honradez e disposição para fazer em benefício do povo?
Nós possuimos a mais poderosa arma para eliminar esta enfermidade que assola nossa sociedade e deteriora os mais nobres valores humanos: o VOTO. Para que haja mudança, é imprescindível que reflitamos com muito esmero e seguridade, para que as gerações vindouras não sofram o descaso dos governantes.